Rss Feed Tweeter button Facebook button
jul 082016
 

No final do ano passado, combinamos com a Dona Chica (minha sogra), que viríamos para o Brasil em junho, por ocasião do 77° aniversário do sogro. Para não criar expectativa, caso algo não saísse como o planejado, optamos por fazer uma surpresa para ele. Assim que chegamos no Congo, em janeiro, comecei a programar nosso roteiro, passagens aérea, aluguel de carro, para que tudo saísse nos conformes. Na vinda, passamos alguns dias na África do Sul com a filhota e no dia 13, dia anterior ao aniversário, chegamos em Nortelândia, com um bolo de chocolate. Ele ficou muito satisfeito com a surpresa e nós, ainda mais. No final de semana, filhas e genros, filhos e noras, netos e amigos, compareceram para agradecer e celebrar a vida do nosso Patriarca. Na semana seguinte, quando todos voltaram para os seus afazeres, marido e eu, mamãe e sogros, fomos para Chapada dos Guimarães, passear e comemorar o 46° aniversário de matrimônio dos sogros.

13576781_1045239578899843_8993640939682041865_oNos hospedamos na Pousada do Parque, uma bela propriedade estrategicamente localizada nos limites do Parque Nacional que faz parte do Roteiros de Charme. Chegamos depois do almoço, nos instalamos e no final da tarde, fomos observar o por do sol no Mirante da Torre. Fazia um frio gostoso e apesar do tempo ‘emburrado’, a paisagem deslumbrante, nos emocionou.

13576819_1045239125566555_3697395996427409729_oFotografamos, rimos e aproveitamos da companhia de nossos pais 😉

13528260_1045225215567946_3120939934729480614_oPaisagem magnifica.

13528300_1045217498902051_4802487624601250148_oA estrutura, mexia com o vento e tirava das coroas, risos e gritos miúdos.

13559065_1045226905567777_7447092916512168571_oLá se foi o sol. Seguimos pela trilha até a Pousada, onde nos aquecemos diante da lareira. Mais tarde, seguimos para o Restaurante Teta da Loba, para nos deliciarmos com a comida feita no fogão a lenha. Na manhã do dia seguinte, fomos para a cidade comprar um tênis para a mamãe (ela levou dois ‘saltos’ e nenhum calçado para caminhar no mato, Mayza é dessas), aproveitamos para visitar a Igreja de Sant’ana.

 

13558802_1045240135566454_1149344783982748135_oVoltamos para a Pousada para esperar a guia. No roteiro, almoço no Restaurante Morro dos Ventos, comida regional deliciosa, ambiente lindíssimo e preço bacana. De lá, seguimos para o cartão postal da cidade, a cachoeira Véu de Noiva (tem 86 metros de queda livre).

13576874_1045228252234309_5193503997588194110_oA vista é deslumbrante.

13585014_1045227655567702_1435222326524210870_oA turma 😉

13559132_1045241332233001_3654168431697446540_oMais tarde, seguimos para a Cidade de Pedra…”é um dos lugares mais fantásticos da Chapada dos Guimarães com paredões impressionantes com até 350 metros de desnível e uma paisagem inesquecível, com formações rochosas esculpidas pelo vento e pela chuva, lembrando ruínas de uma cidade, por isso ganhou o nome de cidade de pedras. Do alto vê-se bela paisagem, com os paredões habitados por aves como a arara vermelha e, em baixo, o vale onde nascem alguns dos córregos do parque, como o Mutuca e o rio Claro.” 

13528247_1045243968899404_2363367968991138651_o

😀

13580449_1045245042232630_6868520006457292718_oAo retornar, nossa guia atolou…e creio que aí, foi o ponto mais divertido da viagem para os coroas que riram horrores da situação. O 4×4 não funcionou, a guia e o marido suaram para tentar desatolar, enquanto o sogro coordenava as ações, eu registrava e a mamãe e a sogra, conversavam…não desatolou…abafa. A solução foi voltar para a cidade e pedir ajuda, pois nem o celular funcionou…fuem, fuem, fuem. Terminamos a tarde comendo empada e rindo da situação.

13576754_1045233272233807_5459960492169847665_oNo penultimo dia, seguimos para a Fazenda Água Fria. Junto ao nosso guia, caminhamos até a Ponte de Pedra.

13511974_1040267899397011_7523111560232090886_nNa sequencia almoçamos, e sem tempo para descansar nas redes, seguimos ‘puxados’ por um trator até próximo da Gruta da lagoa Azul.

13502046_1040268259396975_6143701698542532170_nNo caminho, Dona Chica avistou uma jararaca (estávamos com perneiras).

13569058_1045236162233518_4299866116393163210_oPassado o susto, fizemos alguns cliques e seguimos para a Gruta.

 

13528507_1045245198899281_6860729172288637053_oA água, ganha tons azulados com a incidência do sol.

 

13522879_1045245982232536_1138128021122503074_oUm espetáculo. Na sequencia, visitamos a caverna Kiogo Brado, com tranquilidade cruzamos seus quase 300 metros, sempre atentos aos nossos coroas, pois o terreno é irregular.

13558944_1045247335565734_1452862588814884366_oPara finalizar essa tarde, fomos contemplar essa pequena cachoeira (esqueci o nome).

 

13528305_1045216475568820_2948029785192446118_oOs coroas ficaram exaustos, mas se divertiram horrores, o guia respeitou o tempo e as necessidades deles. E eles se divertiram muito. No último dia, nos atemos as lojinhas da cidade, uma delas foi a ‘Chapada à Mão – A Casa da Produção Artesanal e a ‘Patuá’. A cada visita, um novo cenário, sempre temos bons motivos para ir a Chapada, um lugar que sempre nos surpreende. Obrigada Kassya Telles e Allan Franco, pelas dicas 😉

Marido seguiu para o Congo e eu fiquei para o aniversário do filhote, acabou que minha mana e família decidiram vir para o Mato Grosso e temos tido excelentes dias de bate papo e chamego. Logo mais volto para o ES e BA para começar uma nova labuta. Muitas histórias virão por aí. Beijos e até logo mais, em novas paragens.

 

  4 Responses to “É bem Mato Grosso”

  1. Lindos passeios, vou programar para retornar lá na próxima férias. Obrigada pelas dicas

  2. Amamos Chapada, Sonia. Tão pertinho de Cuiabá. A próxima, será para Bom Jardim 😉 Beijos!

  3. Tai,eu amei a chapada dos Guimarães. Fui ai em 2004. A madrinha de João é de Cuiabá,fiquei na casa dela,hoje ela vive pertinho de mim na Alemanha.Vocês foram em Bonito e no Pantanal? Fica bem próximo.Amei as fotos ,passou um filme na minha cabeça.Que bom vocês passearem com os sogros e sua mãe.Não vejo a hora de chegar Dezembro para passear com minha sogra e Maio para ter minha mãe para viajar por cá com ela.Familia nosso tesouro,beijinhos

  4. Já fomos a Chapada muitas vezes, Patricia. Amo! Conheço Bonito e marido, conhece o Pantanal. Precisamos voltar, juntos, tanto em Bonito quanto no Pantanal e tem também, Nobres. Enfim, amo o MT…estado dos meus filhos e do meu maridão 😉 Aproveite bastante sua sogra e sua mãe, coisa boa estar com eles.

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)